Denise Maria Bueno Ponzoni
Pato Branco / PR

 

 

Tempo... O que é o tempo?

 

Tempo... moeda valiosa
“Surgiu com a Criação”?
Com a origem do Cosmos... a origem do tempo?
Teorias fascinantes... instigantes
De instantes que coexistem
e fazem a humanidade avançar
Origem do “espaço-tempo”
Passado... presente... futuro...
- Avançar para onde?
Realidades virtuais... mundo cibernético,
E o tempo?
- Não tenho para emprestar...
Estou me fragmentando pelas telas da vida
E não consigo evitar
Imagens impactantes, vídeos interessantes,
Notícias viciantes
Redes sociais... tão vitais... tão banais...
E um tempo apressado
Desvairado, louco, alucinado... alienante, alienado,
Realidades virtuais... tão vitais... tão banais...
Passado... presente... futuro...
Tempo... moeda valiosa
Que passou a ser vendido
E os valores humanos
Espontaneamente esquecidos
Em um mundo inventado, surreal, virtual,
Que espera lentamente o tempo em que será percebido,
E também reconhecido, real, vivenciado, vivido
Para assim descobrirmos que o tempo
É o que nos faz renascer.

 

 

 

 

 

 
 
Poema publicado na Antologia de Poetas Brasileiros - vol. 163 - Agosto de 2018