Otaviano Maciel de Alencar Filho 
Fortaleza / CE

 

A partida

 

 

Ela se foi com medo de ir!
Ele ficou vendo-a partir.
Ela tinha medo de seguir!
Ele ficou sem saber aonde ir.

Ela não pensava na partida!
Ele não contava a despedida.
Ela, que era destemida!
Ele, que tomou todas as medidas.

Ela era sua guarida!
Tudo em sua vida!
A existência vivida!

Ele ficou só.
Sentindo o peso de mó.
Enclausurado em um  nó!

 

 
 
Poema publicado na Antologia de Poetas Brasileiros - vol. 166 - Novembro de 2018