Romilton Batista de Oliveira
Itabuna / BA

 

Poesia escavadora

 

Há dentro de cada ser um reino sem rei
Nele tudo é possível porque ele é regido por um regime
Que faz do mundo um lugar feito de encontros e desencontros
Onde o ser é mais importante que o ter…
Munida por uma vontade de potência divinal
Sentida em movimento plural que faz do mundo
Um reino habitado por palavras, vozes e travessias…
Submetido ao império dos signos
Onde o poeta faz da poesia sua bússola…
Transformando-se em arquiteto das palavras…
Amparado por uma eterna fábrica de pensamentos e sentimentos…
A poesia serve em sua plena alteridade o outro que ela carrega…
Impulsionada por uma leve e serena inclinação:
A de escavadora do tempo sem medidas.

 

 

 
 
Poema publicado no livro Os mais belos Poemas de amor - Edição 2019 - Setembro de 2019