Cacá de Oliveira
Dourados / MS

 

 

Credos e pecados

 

 

Devo crer na amizade sincera,
nos valores fundamentais,
no respeito, na honra, nos direitos...

Devo crer na confiança
como ponto de equilíbrio
de uma relação à vera,
devo crer que a cobiça
é própria dos insensatos,
devo crer que não devo
querer a mulher do próximo
(se o próximo é meu amigo...)

Mas como?!
Se te olho e sinto desejo,
que me varre feito tufão...

Meus credos me apontam o destino
meus pecados avacalham a razão.

(À Silvia Regina)


 

 

 





Poema publicado no livro "É tempo de Amr".
Edição 2021 - Junho de 2021

Visitei a Antologia on line da CBJE e estou recomendando a você.
Anote camarabrasileira.com.br/eta21-006.html e recomende aos amigos