Eulália Cristina Costa de Carvalho
São Luís / MA

 

Amor sem fronteiras

 

 

Quando o amor supera barreiras
Continentais, étnicas ou raciais,
Torna-se sem fronteiras, ultrapassa limites.

Coração tem linguagem própria,
Que o cérebro traduz:
Muitas vezes com gestos e carinhos

Que não precisam de plateia.
Amor sem fronteiras, mas não com barreiras!

 

 

 

 

 
 
Poema publicado no Livro de Ouro da Poesia Brasileira - Edição 2018 - Agosto de 2018