Ana Carolina Souza Deitos
Cascavel / PR

 

 

Viver

 

 

E qual a graça de viver,
Se não for para dançar,
Se não for para sorrir,
Se não for para amar,
Se não for para se aventurar;
No mar da vida se entregar,
Velejar, pular, sorrir,
E um novo dia prosseguir.

Viva intensamente,
Senão sua mente
Estará viva,
Apenas aparentemente!

 

 

 
 
Poema publicado no livro "Versos sobre o que não sei" - Maio de 2019